Ninguém pode ser julgado duas vezes pelo mesmo delito. Esse termo acontece quando o princípio não é observado, e o autor do delito acaba sendo punido mais de uma vez pelo mesmo crime.

Evangelize compartilhando: