Em 19 de Janeiro de 1940: Faleceu Irmã Maria do Sagrado Coração, irmã de Santa Teresinha

Maria Luísaa futura carmelita Irmã Maria do Sagrado Coração, nasceu em Alençon, no dia 22 de fevereiro de 1860. Madrinha de Santa Teresinha. Segundo o testemunho de sua mãe, “é a mais bela de todas, mas eu a queria mais dócil”. Aos 8 anos foi estudar no convento da visitação em Le Mans, junto à sua tia religiosa Visitandina, onde permaneceu até os 15 anos. Foi madrinha de batismo de nossa Santa.

Dona Zélia a descreve como sendo de um caráter muito especial e voluntarioso. Após o falecimento de Zélia, foi escolhida por Celina como sua segunda mãe, enquanto assume a direção da casa paterna com Paulina. Com a entrada de Paulina no Carmelo, cuida mais maternalmente de Teresinha, sobretudo durante o período de seu esgotamento nervoso (1883), e a ajuda na sua crise de escrúpulos (1885-1886).

A despeito de seu temperamento independente e forte, possuía um coração sensível e generoso. Era desapegada das coisas do mundo e amava profundamente a Deus. Em 1882, encontrou-se com o Pe. Pichon, que se tornou seu diretor espiritual. Sob a orientação desse sacerdote ela descobre sua vocação carmelita e ingressa no Carmelo de Lisieux no dia 15 de outubro de 1886.  Foi companheira de Teresinha no noviciado (1888-1891).

Muito ligada à sua santa irmã e afilhada, foi capaz de antever a sua santidade. Sugeriu à Madre Inês de Jesus que ordenasse Teresa a escrever suas lembranças de infância, o que resultou na preciosidade espiritual que é “História de uma Alma”.

Irmã Maria do Sagrado Coração participou nos trabalhos para a canonização de sua santa irmã. No entanto, por causa de seu temperamento e de sua maneira de viver, ficou mais escondida, não tendo aparecido com a importância de Madre Inês e a Irmã Genoveva.

Aos 15 de outubro de 1938, o Carmelo festejou seu jubileu de ouro de vida religiosa. Ela, que não gostava de festas nem de honras, não esteve presente às solenidades. Durante anos, até à morte, sofreu de reumatismo articular. Em outubro de 1939, ela escreveu: “Que fiz no Carmelo? Nada. Faz tempo que o Bom Deus nos tem dado um trabalho mais lucrativo: o que faço na minha velhice e que consiste somente em sofrer um pouco para salvar as almas”.

Morreu nas primeiras horas da manhã do dia 19 de janeiro de 1940. Sua última frase inteligível foi: “Eu vos amo”.

Fonte: Os dados biográficos das irmãs de Santa Teresinha foram copiados ou resumidos do magnífico “Dicionário de Santa Teresinha”, de autoria do Dr. Cônego Pedro Teixeira Cavalcante, publicado pela Editora Paulus.

Prece de Beatificação

(Irmã Maria do Sagrado Coração)

Ó Eterno Pai,
Criador do Céu e da Terra, e Doador da Vida,
Ouvi, por Misericórdia, a minha humilde oração. Eu Vos
agradeço pelas graças que concedestes à Vossa filha
Irmã Maria do Sagrado Coração.
Dignai-me conceder-me, conforme a Vossa vontade,
a seguinte graça por intercessão da
Irmã Maria do  Sagrado Coração…
(faça seu pedido).
Eu Vos peço que, em breve, ela esteja enumerada entre
os Vossos santos par que possa ser glorificada pela
Vossa Igreja, aquí na Terra. Assim Vos peço, com fé e
humildade, em Nome de Jesus.
Amém.

Pai Nosso/Ave Maria/Glória

Evangelize compartilhando:

Deixe um comentário